Sub17 do Vasco é derrotado pelo Duque de Caxias

Sáb, 4 de Junho de 2011
C.R. Vasco da Gama 0x1 Duque de Caxias
11h no CT Piranema em Itaguaí

Vasco: Vasco: Diego; Renato (Casemiro), Matheus, Gilson e Lucas (Henrique Silva); Jonatas , Waldir (Rômulo), Rafael Henrique (Yogo) e Jhon ; Erik e Markinhos (Yago). Comissão Técnica: Treinador: Tornado, Coodenador: Antônio Teixeira, Prep. Físico: André Portella e Tr. Goleiros: Marcelo Pires. Suplentes: Gabriel Felix e Lucas Marcelo.

Derrota merecida pela vontade demonstrada pelo adversário embora valha ressaltar que vontade foi a única coisa que não faltou ao Vasco.

Um gol logo no começo da primeira etapa colocou o Duque de Caxias definitivamente atrás, mas na maior parte do jogo o Vasco não soube construir seu caminho para o gol adversário. No primeiro tempo apenas dois chutes a gol sendo que ambos para fora.

Na segunda etapa as alterações da equipe apenas colocaram o cruzmaltino no ataque com tudo e assim não faltaram oportunidades.

Destaque para um chute de canhota do Volante improvisado na Lateral Direita, Renato Felipe, que bateu na parte de dentro de uma das traves.

O campeonato é longo e aproveitará melhor aquele que realmente se dedicar a evoluir continuamente, sem aceitar qualquer derrota sem incorporar alguma observação valiosa para o futuro.

Anúncios

Sub15 do Vasco goleia Duque de Caxias

Sáb, 4 de Junho de 2011
C.R. Vasco da Gama 4×1 Duque de Caxias
9h no CT Piranema em Itaguaí

Gols de Mosquito (2), Lauder e Caio Faier

Vasco: Juninho; Foguete, Italo, Felipe Erthal e Loran; Matheus Montes (Lucas Barboza) , Caio Faier, Heitor Bispo e Bruno Cosendey (Mykaell); Mosquito e Lauder (Caio Monteiro. Técnico: Cássio. Coordenador: Fabio Fernandes. Prep. Físico: Guttemberg. Tr. de Goleiros: Rômulo Rodriguez. Suplentes: Alexandre, Matheus Barbosa, Hugo Almeida e Fernandinho.

Jogo muito estranho. Na prática o Vasco jogava contra um time de escolinha, com jogadores frágeis fisicamente e no geral sem muita organização.

Logos nos primeiros minutos, 3 chances claras de gol perdidas e dois pênaltis não marcados. Antes dos 15′ o Vasco teve o selecionado Heitor Bispo expulso exatamente por reclamar da não marcação.

O Vasco fez dois gols com Mosquito mesmo assim, mas inexplicavelmente e assustadoramente sofreu um, o que trouxe mais problemas à equipe vascaína que o adversário pudesse impor.

No segundo tempo foi necessário que Lauder desencantasse o jogo já em sua parte final, e que o Volante Caio Faier fizesse o dele para encerrar a partida.