Informações sobre o Mundialito de 7 no Algarve

Um total de 3.500 crianças, mais 1.000 do que em 2010, mais equipas e jogos em Ayamonte (Espanha) são as novidades do Mundialito de futebol, a disputar em Vila Real de Santo António e hoje apresentado na cidade algarvia.

A organização do torneio, que junta equipas de pré-escolas, escolas e infantis de 30 países e que está a cargo da autarquia algarvia e das escolas de futebol Ricardo Godoy, conseguiu “aumentar o número de participantes em 1000 e trazer mais clubes do que nas edições anteriores”, disse o presidente da Câmara de Vila Real de Santo António Luís Gomes.

Torneio ajuda hotéis e restauração local

O autarca frisou que, em época de crise, “a presença de 3.500 crianças e as suas famílias durante uma semana na cidade permitirá ajudar os empresários hoteleiros e da restauração do concelho a fazer frente à crise” e destacou a importância do torneio na promoção do Algarve no exterior.

“Não conheço nenhuma outra prova que concentre tanta gente numa semana no Algarve e os responsáveis do Turismo deviam visitar o Mundialito e perceber o que ele representa em termos de promoção do país, porque, além das crianças, vêm também as famílias de vários pontos de Mundo, com efeitos na ocupação hoteleira e no comércio”, afirmou.

Barcelona, Real Madrid, Benfica, FC Porto e Sporting

A edição de 2011, a quinta que decorre em Vila Real de Santo António e a 18.ª do Mundialito “vai este ano voltar a contar com duas equipas do FC Barcelona, duas do Real Madrid, além do FC Porto, Benfica e Sporting”, anunciou o antigo futebolista uruguaio Ricardo Godoy, promotor do torneio.

Além destas equipas, estarão também presentes Ajax (Holanda), AC Milan e Juventus (Itália), Everton (Inglaterra), Spartak de Moscovo (Rússia), Glasgow Rangers (Escócia), Valência, Sevilha e Betis (Espanha), América de México, Vasco da Gama (Brasil), entre outros.

Godoy frisou ainda que, apesar do crescimento do número de equipas e de participantes, “o orçamento da prova não aumentou” e que a organização apostou em “parcerias e trocas” para conseguir suportar os custos.

Parceria entre Vila Real de Santo António e Ayamonte

“Por exemplo, a câmara construiu outro campo relvado e voltámos a fazer coisas com base em trocas, por exemplo material em troca de publicidade”, acrescentou.

O também diretor desportivo do torneio destacou ainda a importância da parceria entre a câmara de Vila Real de Santo António e o Ayuntamiento de Ayamonte, que permitirá realizar também jogos na cidade espanhola.

“Mundialito Ibérico”

“Conseguiram aqui o que as duas Federações (Federação Portuguesa de Futebol e Real Federação Espanhola de Futebol) não conseguiram fazer, e as duas cidades vão acolher um Mundialito Ibérico”, afirmou.

Godoy disse ainda que espera contar durante a prova com a presença quer de personalidades do futebol que são pais de crianças que participam no torneio ou de outros futebolistas, mas preferiu não adiantar ainda nomes depois de na edição anterior alguns dos nomes anunciados não terem depois comparecido.

Fonte: aeiou.expresso.pt

Anúncios

Os comentários estão desativados.