Meia 92 Luciano fala sobre a Copa SP para Site Oficial do Vasco

Anúncios

Vasco é goleado pelo Defensor do Uruguai na Copa Santiago

Ter, 11 de Janeiro 2010
C.R. Vasco da Gama 1×4 Defensor-URU
17h no Estádio Alceu Duarte de Carvalho em Santiago

Bruno Paixão

Vasco: Jordi; Luizinho (Rafael Reis), Thadeu, Matheus Borges e Maurinho (Dieyson); Roiter, Miranda, Jonas (Wálber) e Marcelo Passos; Romarinho (Bruno Paixão) e Luiz Carvalho (Wágner Lúcio). Técnico: Zé Dias. Coordenador: Antônio Teixeira. Prep. Físico: Thiago Dutra, Tr. de Goleiros: Guilherme Almeida, Médico: Vitor Cunha, Roupeiro: José Luiz. Suplentes: Victor Hugo, Bruno Saad, Rafael Reis ‘Siri’, Lucas Jean, Wágner Lúcio, Diego Soter, Eron e Dieyson. Contundido: Cícero.

O Defensor do Uruguai foi superior desde o início e abriu o placar ainda no primeiro tempo. Após o intervalo a equipe Uruguaia acelerou o jogo e em 10 minutos fez mais dois gols.

Com um futebol de forte pegada e com qualidade na frente, o Defensor ainda contou com o gramado pesado pela chuva a seu favor. Após as modificações do Técnico Zé Dias, o Vasco conseguiu diminuir com Bruno Paixão escorando de cabeça belo cruzamento de Maurinho.

Mas quando o Vasco buscava a reação acabou sofrendo o quarto gol após cobrança de falta de longa distância com o atacante aproveitando o rebote.

Amanhã o Vasco volta a campo para enfrentar o Cruzeiro de Santiago com obrigação de ganhar.

Byro transferiu-se para o Operário de Açores

O Volate Byro, formado no Vasco, decidiu transferir-se do Desportivo Chaves para o Operário Desportivo que disputa o acesso à Liga de Honra (2ª Divisão) com boas chances de acesso.

– Quando se falou do interesse da equipa pesquisei informação e percebi tratar-se de uma formação que habitualmente discute os lugares de topo. Esse foi um dos motivos que fez vir para cá

Byro chegou a Portugal no Verão passado para jogar no Desportivo de Chaves, mas dificuldades na adaptação a Trás-os-Montes fizeram com que aceitasse a proposta que lhe foi apresentada pelo Operário. O jovem brasileiro chega à Lagoa a custo zero.

Byro já treinando pelo Operário

Vim para o Operário com o espírito de jogar com maior regularidade, o que não vinha acontecendo no Desportivo de Chaves. Fui bem recebido por um grupo homogéneo, unido e com qualidade e quero ajudar a equipa a alcançar o objectivo de subida – disse ao site de seu novo clube.

O Técnico Francisco Agatão convocou dezoito jogadores para o jogo com o Casa Pia, referente à 14.ª jornada do campeonato da II divisão, zona Sul, tendo Byro entrado no decorrer da Vitória de 3 a 1 do Operário.