Pedrinho pede paciência com promessas vindas da Base

Em entrevista ao lancepress sobre matéria referente ao aproveitamento de atletas vindos da base para 2011 no Vasco, o Meia Pedrinho procurou dar um alerta baseado em sua experiência de vida.

Pedrinho homenageado na apresentação de Felipe Foto:Marcelo Sadio

O Vasco sempre foi um clube que revelou bons jogadores. Fiz parte de uma geraçãomuito boa e, essa que está surgindo, também parece ser muito promissora – constatou.

Pedrinho destacou ainda que é preciso ter paciência com as promessas do clube e lembra que ele próprio não conseguiu conquistar seu espaço facilmente.

Não dá para ficar cobrando muito. É preciso ter paciência, esperar. Eu subi em 1995, mas só despontei mesmo em 1996. Esses garotos precisam crescer aos poucos. Mas, é claro, precisam estar sempre prontos – completou.

Anúncios

2 Respostas para “Pedrinho pede paciência com promessas vindas da Base

  1. É quase impossível pedir paciencia aos torcedores do Vasco, pois a torcida tem pouca tolerância com nossos jogadores da base.
    Temos que mudar essa realidade. Talvez com um time forte e com a entrada aos poucos deles, nossa torcida tenha mais calma e apoie.
    Tomara que sim.

    Vasco sempre.

    • Acho que o problema é quando os garotos sobem para ser solução, a responsabilidade é muito grande e as pedradas chegam antes da adaptação.

      Não temos nenhuma grande promessa para o ano que vem, é possível que eles tenham mais tempo para se adaptarem uma vez que a pressão vai ser menor.