Sub15 do Vasco empata com Atlético Mineiro pela Copa da Amizade

Sex, 27 de Agosto de 2010
C.R. Vasco da Gama 1×1 Atlético Mineiro
9:30h no Campo 3 do CFZ

Gol de Daniel

Vasco: Brenner; Macleison, Linderman, Bruce Jones e Alex Santos (Renan Diniz); Márcio Alexandre, Igor Nunes, Heitor Bispo e Juninho (Matheus Índio); Daniel e Thalles (Thiago Rodrigues). Técnico: Cássio de Barros. Coordenador: Cleytuil Santos. Prep. Físico: Guto. T. Goleiros: Rômulo Rodriguez. Suplentes: Juninho, Matheus Silva, Caio Faier, Wellington Costa, Berg e David.

A partida da segunda rodada da Copa da Amizade foi completamente diferente para o Vasco. Com um adversário muito forte fisicamente e bem organizado em campo, antes de pensar em atacar os atletas vascaínos tinham que batalhar muito pela posse de bola.

O Técnico Cássio repetiu a escalação da primeira partida com Heitor Bispo jogando na meia e Márcio Alexandre e Igor Nunes à frente da Zaga. Como a ‘briga’ no meio era muito intensa, Heitor acabou sendo mais importante por sua capacidade de marcação do que pela capacidade de cair pelas pontas.

A partida estava equilibrada quando o Volante Márcio Alexandre com muita disposição fez jogada pela esquerda indo à linha de fundo para cruzar. Na área, Daniel com muito esforço para chegar na bola, venceu os zagueiros e cabeçou por cima do goleiro.

O Atlético no primeiro tempo teve as melhores chances em cobranças de falta mas não conseguiram superar o goleiro Brenner.

No intervalo o Lateral Esquerdo Alex Santos que vinha bem dando muito trabalho à zaga atleticana teve que ser substituído, passado Márcio Alexandre para a Lateral, recuando Heitor Bispo para sua posição e colocando Renan Diniz na Meia.

O Atlético voltou pressionando muito e acabou chegando ao gol de empate numa jogada de escanteio aproveitando a estatura de sua equipe.

Cássio tentou mudar o rumo da partida colocando Matheus Índio e Thiago Rodrigues para dar mais fôlego ofensivo à equipe Vascaína enquanto Daniel brigava muito em busca de espaços no ataque.

Porém, num lance no meio de campo, após falta dura de Thiago, o árbitro achou por bem expulsá-lo de forma direta. Isso liquidou qualquer estratégia bolada pelo Técnico e a equipe precisou mostrar muito brilho para equilibrar a partida.

Nos minutos finais o Vasco voltou a ameaçar o Atlético com uma boa jogada de Márcio Alexandre, improvisado pela esquerda, que foi à linha de fundo e cruzou rasteiro mas a bola cruzou a frente do gol sem ser alcançada por alguém. Resultado final de empate que acabou sendo bom para ambas equipes que só dependem de si para se classificar.

A matéria não pode se encerrar sem um destaque para os Zagueiro Bruce Jones e Linderman que mesmo com toda luta dos volantes, tiveram muito trabalho. No Sábado o Vasco enfrenta a Seleção da J-League às 11h.

Anúncios

Os comentários estão desativados.