Somente o Vasco fez gol no campeão da Copa 2 de Julho

Dieyson passando por marcador da Seleção

A Seleção Brasileira Sub16 que se prepara para o Sulamericano Juvenil de 2011, disputou e conquistou a Copa 2 de Julho Sub17 de forma invicta com 5 vitórias e 2 empates. Em 7 partidas foram 19 gols marcados e apenas 3 sofridos.

O colunista do site Olheiros, Gabriel Dudziak, fez uma análise do Campeão e destacou a consistência defensiva da Seleção.

Ainda que tenha enfrentado pelo menos três adversários de nível baixo, casos de Salvador, Seleção de Camaçari e Seleção de Dias D’Ávila, novamente a seleção demonstrou uma consistência defensiva invejável, aspecto que vem desde a disputa do Sul-Americano Sub-15 do ano passado. Na Copa 2 de Julho foram apenas três gols sofridos, os três contra o Vasco da Gama. Enquanto o goleiro Guido recebeu o prêmio de melhor arqueiro da competição, deixando pra trás de vez a concorrência de Charles – titular no Sub-15 do ano passado, a dupla de zaga formada por Josué e Luiz Gustavo foi segura e eficiente. Vale lembrar que a seleção ainda tem o ótimo Glênio, do Internacional, como opção.

Sim, pelas oitavas de final a Seleção eliminou o Vasco pelas Oitavas de Final, mas pela frente encontrou um Juvenil do Vasco dividido entre a competição e a Copa Brasil Sub17 e acima de tudo desfalcado dos três atletas Sub16 que cede à Seleção, Guilherme, Jonatas e Diego.

Goleiro Diego, Meia Guilherme e Volante Jonatas

A mídia foi pequena, não acompanhei in loco a Seleção mas acredito que o time base divulgado sem o volante Jonatas no time titular uma grande injustiça. Ele só ficou fora do time titular por suspensão e após as quartas quando sofreu violenta entrada, aguentou em campo até o fim, mas acabou fora do restante do campeonato.

Seleção Sub16 time base: Guido; Lucas, Josué, Luiz Gustavo e Victor Giro; Emerson, Rodrigo, Marlon e Guilherme (Mattheus); Nathan (Adryan) e Lucas Piazon.

Reparem que o Meia Guilherme, do Vasco, consta da lista. Mesmo convocado com o número 17, vinha de dois cortes por motivo de contusão, foi aos poucos conquistando seu espaço na equipe titular. Fez gols, deu assistências, cobrou faltas perigosas, se esforçou, mas como a mídia estava toda voltada para Mattheus, filho do Tetracampeão Bebeto, ficou parecendo que Guilherme só jogou porque Mattheus não tinha condição física de jogar os 80 minutos.

Mattheus e Romarinho,amigos de longa data

Também incomoda o fato de falarem que Mattheus levou vantagem sobre o Romarinho.

Romarinho durante a Copa 2 de Julho com partidas dia sim, dia não, pegou avião e deslocou-se ao Rio para defender o Vasco no Estadual, jogou os 90 minutos até a exaustão, retornou à Bahia, fez um gol na consistente defesa da Seleção Brasileira e só saiu contundido por mais uma pancada. Antes de perder algo, Romarinho merecia ganhar o respeito, pelo menos dos Vascaínos.

Romarinho levou forte entrada contra Seleção Brasileira

Se o fato de ter sido o única equipe a conseguir marcar contra esta Seleção Sub16 merece destaque, o que dizer o Meia Allan Machado de apenas 16 anos que marcou 2 gols nesta mesma partida, sendo inclusive responsável pelo gol que levou ao empate em 3 a 3 próximo ao fim da partida? Quem sabe ser lembrado numa próxima convocação!

Allan Machado em partida pelo Estadual contra o Olaria


Anúncios

3 Respostas para “Somente o Vasco fez gol no campeão da Copa 2 de Julho

  1. Canízio

    Não vi os jogos, acompanhei pelo Blog, mas tenho certeza absoluta que o volante titular dessa seleção é o Jonatas Paulista. Craque. Simples assim.
    daqui a três, quatro anos ele será o titular dos profissionais do Vascão da Gama. Podem escrever.

    Vasco sempre.