Vasco perde nos pênaltis semifinal da Copa Sudeste

Vasco da Gama (2)1×1(3) Cruzeiro de Muriaé.
Gol de Lucas Henrique

Vasco: Denis, Luiz Henrique, Yuri Ban, Matheus Silva e Sergio (Thiago Neves); Yan, Bruno, Lucas Henrique e Lucas Augusto; Charles (Iago) e Caio Cesar.Técnico: Gilson.Coordenador: Fabio Fernandes.

Na noite de sábado a equipe Infantil do Vasco entrou em campo para enfrentar a equipe do Cruzeiro de Muriaé pela semi-final da Copa Sudeste disputada em Laranjal-MG. Além de ter que enfrentar a boa equipe mineira formada por atletas nascidos em 94, enquanto a equipe Vascaína era composta por atletas nascidos em 95 e até 96, o trio de arbitragem foi outro adversário.

A equipe do Cruzeiro iniciou melhor o jogo empurrando o Vasco para o seu campo de defesa. Tentando o jogo pelas laterais o Vasco com dificuldades conseguia se segurar. Num desses lances após cruzamento rasteiro, o lateral vascaíno Luiz henrique tentou antecipar o atacante e acabou cometendo pênalti. Na cobrança, o primeiro grande erro da arbitragem. O atleta do Cruzeiro deu uma “paradinha” e acabou escorregando e tocando com o seu joelho na bola. Na seqüência chutou para o gol, caracterizando assim “dois toques”, o que não é permitido pelas leis do jogo, devendo o árbitro marcar tiro livre indireto a favor do Vasco. Só que o árbitro ignorou o lance e validou o gol, mesmo sob os protestos dos atletas vascaínos.

Assim terminou o primeiro tempo: Vasco 0 X 1 Cruzeiro

O segundo tempo começou com o Vasco partindo pra cima. As chances eram criadas e o vasco se aproximava do empate. Até que após bela tabela, o atacante vascaíno Iago marcou e inexplicavelmente o bandeira anulou assinalando impedimento inexistente, já que o jogador do Vasco veio de trás da linha da bola.

Mesmo tendo que enfrentar também a arbitragem, o Vasco não desanimou e conseguiu o empate através de um belo chute de fora da área do meia Lucas Henrique, que acertou o ângulo esquerdo do goleiro.

Não sobrava muito tempo mais e o placar acabou mesmo no 1 X 1.

A decisão foi para as cobranças de pênalti. Pelo regulamento da competição, seriam 3 cobranças para cada equipe e depois se necessário os alternados.

Os dois primeiros pênaltis foram convertidos tanto por Vasco, com Caio Cesar e Luiz Henrique, como os do adversário também, e repentinamente se deu um apagão no Estádio do E.C. Laranjal. Após alguns minutos de interrupção, reiniciou-se a disputa. O Vasco acabou errando mas o goleiro Denis fez a defesa em seguida deixando tudo igual. na primeira cobrança alternada o atleta vascaíno mais uma vez desperdiçou e o adversário acabou marcando e decretando o final.

O Vasco deixou o campo de cabeça erguida sem ter perdido uma única partida na competição e mostrando toda a fibra e honrando a camisa cruzmaltina!

Anúncios

Estrutura familiar é a base do sucesso de Philippe Coutinho

Todo grande craque tem algum segredo. O de Philippe Coutinho é a base familiar. Criado em uma família estável pelos pais, Zé Carlos e Esmeraldina, e pelos irmãos mais velhos, Leandro e Cristiano, o apoiador recebeu o Ataque e mostrou por que craque realmente se faz em casa. Durante o descontraído bate-papo, muitas risadas e lembranças dos tempos em que era apenas mais um dos milhares de brasileiros que sonham em chegar onde chegou.

Família Coutinho

O talento com a bola é natural. Mas, mesmo caminhando para ser estrela, Coutinho tem que escutar até hoje que aprendeu a jogar com os irmãos. Apesar de ambos estarem com mais de 30 anos — Leandro tem 32 e Cristiano 36 —, os dois ainda provocam. Só que agora é do lado de fora.

“Deve fazer uns três anos que a gente não joga mais. Ele perdeu o respeito, parte pra cima da gente com a bola. Aí eu não vou parar ele com falta, né?”, provoca Cristiano, que, como Leandro, é advogado.

Coutinho rebate na hora dizendo que o melhor da família é o pai. E a provocação continua, desta vez endereçada a Leandro, que aceitou o desafio de jogar videogame com o irmão e perdeu por 1 a 0. Na concentração, os adversários são Souza e Magno. Em várias oportunidades, o clube escolhido é a Inter de Milão, para onde se transfere em junho. Em casa, escolheu o Real Madrid.

Já o talento com a bola de verdade foi identificado logo cedo, quando Philippe Coutinho deu os primeiros chutes no campinho de cimento do condomínio onde mora até hoje, no Rocha, Zona Norte.

Quando passou a jogar pra valer, Coutinho contava com a estrutura. Os treinos na maioria das vezes eram em lugares distantes. Quando nenhum dos irmãos podia levá-lo, a missão sobrava para a mãe, Dona Esmeraldina.

“Ela não dirigia mais. Teve que reaprender para me levar. E quase sempre era longe, eu tinha que ficar atento para ela não errar. Mas drama mesmo era sair e chegar em casa. O condomínio tem muitas ladeiras apertadas. Era um sufoco (risos)”, lembrou Coutinho, que terá a companhia dos pais quando se mudar para Milão.

Quem também é citado por Coutinho como parte importante da estrutura é a namorada, Ainê, de 16 anos. Eles se conheceram ainda crianças, chegaram a ficar juntos, terminaram e reataram há pouco mais de um ano. Ela ajuda a esfriar a cabeça do meia após um jogo em que as coisas não foram tão bem.

“Ela é carinhosa, mas, na parte do futebol, é com meu pai e meus irmãos. Sempre analisamos as partidas e os conselhos são muito importantes. Minha família é a base de tudo na minha vida”, finalizou.

Júnior do Vasco vence Friburguense fora de casa

Sab, 30 de Janeiro de 2010
1X3
15:00h em Friburgo

Gols de Maicon Assis e Lipe (2)

Vasco: Cestaro, Max, Allan Miguel, Matheus Avelar e Ari; Renato Augusto, Rômulo, Arthur (Marlone) e Maicon (Rigotti) e ; Jonathan (Guilherme Alves) e Lipe.Técnico: Gaúcho. Coordenador: Jair Bragança.

Segundo o Site Oficial do Vasco, na tarde deste sábado (30/01), a equipe Júnior derrotou o Friburguense por 3 a 1, em partida válida pela 5ª rodada da Taça Guanabara. Os gols do Gigante da Colina foram marcados pelo meia Maicon Assis e pelo atacante Lipe (2).

O Vasco soma 10 pontos na competição e volta a campo na quarta-feira (03/02), para enfrentar o Resende, no Estádio do Trabalhador, às 16 horas.

Segundo o Site Oficial do Friburguense, os times entraram em campo com o mesmo número de pontos e colocação. O equilíbrio na tabela se refletiu dentro de campo.

Maicon Assis, um dos destaques da partida assinalou 1 gol.

Aos sete minutos, Dhiego assustou a meta vascaína em chute dentro da grande área. O time da colina respondeu aos quatorze, em chute fraco de Jonathan defendido por Afonso e aos vinte, com Maicon invadindo a grande área e chutando prensado com a defesa.

Após o tempo técnico, o Frizão voltou melhor e, aos vinte e nove, Dhiego tabelou com Rômulo Cabral no meio, arrancou até a área e chutou de canhota para a defesa de Cestaro. Seis minutos depois, Romário cruzou e, por pouco, Rômulo Cabral não alcançou.

O Vasco investia nos contra ataques e, em um deles, surgiu uma falta na entrada da grande área. Jonathan cobrou, a bola desviou na barreira e explodiu no travessão. Três minutos depois, Cestaro chutou para frente, a bola quicou e Jonathan aproveitou a saída de Afonso para tocar por cima, mas a bola saiu à esquerda do gol. Em mais um contra ataque, aos quarenta e seis, Maicon aproveitou jogada rápida do ataque cruzmaltino e abriu o placar.

O Frizão voltou para a etapa final pressionando o adversário. Com um minuto, bola sobrou para Cláudio sozinho, na grande área, mas o atacante chutou fraco. Aos treze, Dhiego recebeu de Rômulo Cabral, ganhou na corrida da defesa, mas chutou desequilibrado. Quatro minutos depois, Rômulo Cabral voltou a incomodar, desta vez chutando para a defesa de Cestaro.

Apesar da pressão, poucas chances claras de gol eram criadas e o Vasco continuava a ameaçar nos contra golpes. Aos trinta e três, Marlone lançou Maicon, mas Afonso saiu bem evitando a finalização. No entanto, o camisa dez vascaíno não perdoou e, dois minutos depois, aproveitando bobeira da defesa, acertou belo chute da entrada da área para ampliar.

O tricolor serrano tentou reagir em jogada de Douglas pela esquerda, rolando para Claudio chutar sem goleiro, mas com a defesa afastando em cima da linha. No entanto, três minutos depois, após um chutão da defesa, a bola sobrou para Lipe arrancar, limpar o marcador e bater no canto de Afonso, marcando o terceiro. O gol de Claudio, descontando aos quarenta e seis após cruzamento de Davi, premiou o esforço e a boa campanha da equipe no Campeonato Carioca até aqui.

Show de cobertura do Site do Frizão.

5ª Rodada Vasco em 3° saldo +5

Alex Teixeira apresentado no Shakhtar

Douglas Costa e Alex Teixeira

Contratados neste mês pelo Shakhtar Donetsk, Douglas Costa (ex-Grêmio) e Alex Teixeira (ex-Vasco) foram apresentados oficialmente pelo clube neste sábado, ao lado do técnico Mircea Lucescu. Os brasileiros receberam a camisa da equipe e ficaram sabendo como seus nomes são escritos em ucraniano. Douglas usará o número 20, enquanto Alex escolheu o 29.

São Paulo gasta R$ 8MI/ano com CT de Cotia

O presidente do São Paulo está preocupado com o assédio a seus jogadores de base e cogita abandonar algumas competições ou mesmo colocar na reserva seus melhores atletas como forma de se proteger.

Em matéria da Folha de São Paulo reproduzida pelo Site Olheiros ele ainda revelou quanto gasta, ou investe dependendo do ponto de vista, no CT de Cotia que atende às Divisões de Base do tricolor Paulista.

– Tem uma copa chamada Nike [sub-15], que é um campeonato mundial. Estamos pensando em não disputá-la porque você põe seu jovem em uma vitrine mundial, sem lei que o proteja. Há um pensamento hoje de pôr o atleta que se destaca na reserva ou não levá-lo a algumas competições. É um processo de autodefesa porque a lei não protege, e gastamos muito em Cotia [CT da base]. São R$ 8 milhões/ano em manutenção – afirmou Juvenal Juvêncio.

Para que os Vascaínos tenham um termo de comparação, na proposta orçamentária do Vasco para 2010 está previsto um gasto com as Divisões de Base de R$ 2,8 MI sendo mais de 90% com salários e encargos de funcionários e comissão técnica.

Para ler a entrevista completa à Folha que está mais focada na forma como o São Paulo se relaciona com os contratos firmados com jogadores de sua base, acesse o jornalismofc.

Vasco perde do Atlético-MG e está fora da Gazetina Nacional

Vasco da Gama 1×2 Atlético-MG

Os garotos do Atlético-MG não quiseram saber de brincadeira e conquistaram ontem o título do Grupo de Ibiraçu da Copa A Gazetinha Nacional (15º Festbolin). Na decisão, o Galo derrotou o Vasco por 2 a 1, no Estádio Marcos Campagnaro. Agora, o time mineiro vai disputar o título geral contra o Gávea, que foi o vencedor do Grupo de Santa Teresa da competição. A briga pela taça será amanhã, às 16h30, também em Ibiraçu. Ainda ontem, na disputa do terceiro lugar, a garotada do Comercial de Fundão levou a melhor e derrotou o Campinho por 2 a 1.

Fonte: gazetaonline

Vasco derrota Laranjal e está na Semifinal da Copa Sudeste

Vasco 2×0 E.C. Laranjal
Gols de Rhuan e Igor Porto

Elenco do Vasco na Copa Sudeste

Vasco: Denis, Luiz Henrique, Matheus Silva, Yuri Ban e Rhuan (Igor Porto); Yan, Lucas Henrique, Bruno e Lucas Augusto; Caio Cesar e Charles (Iago). Técnico: Gilson. Coordenador: Fabio Fernandes.

Estádio do E.C. Laranjal lotado, foguetes, bateria, e até uma certa hostilidade de uma cidade inteira contra a equipe do Vasco.

Como sempre, a torcida vascaína mesmo em menor número se fez presente. Um clima de decisão para a partida entre Vasco X E.C. Laranjal, que definiria as equipes classificadas do Grupo A para a semi-final da Copa Sudeste. Uma vitória simples de qualquer uma das equipes garantiria a vaga, e um empate levaria as duas equipes a fase seguinte.

Muitos comentários davam conta que poderia haver um acerto de resultado, mas o clima de rivalidade criado mostrava que a equipe da casa tinha pretensões de vencer e tirar o Vasco da competição.

Só que a postura dos atletas vascaínos foi a melhor possível ignorando completamente toda a atmosfera criada para a partida e se concentrando única e xclusivamente no jogo.

Desde o início, o Vasco buscava ter a posse da bola e de forma organizada chegar ao ataque. A equipe de Laranjal através da velocidade tentava surpreender. O Vasco criou boas chances e acabou abrindo o placar com um belo chute de fora da área de Rhuan aos 23′ do primeiro tempo. Vasco 1 X 0, placar do final da primeira etapa.

No segundo tempo, a equipe da casa tentou fazer uma marcação mais a frente, mas o Vasco bem postado em campo resisitia às investidas adversárias e quando tinha a bola conseguia criar boas situações para ampliar. E isso acabou ocorrendo aos 24′ do segundo tempo quando Igor Porto, após boa jogada pela direita do lateral Luiz Henrique, completou para as redes.

Depois do segundo gol, a torcida adversária começou a deixar o estádio e a até o apito final a festa foi Vascaína na cidade de Laranjal.

Neste sábado, às 18:30h, o Vasco enfrenta o Cruzeiro de Muriaé fazendo o primeiro jogo da Semifinal. Na seqüencia, Tabuleiro e Ideal de Juiz de Fora, fazem a outra partida.

25/01 20:30 Vasco da Gama 3×0 Ideal
26/01 19:20 Vasco da Gama 4X0 Posse da Vitória
27/01 20:30 Vasco da Gama 2X2 Uberabinha
28/01 19:20 Vasco da Gama 4X0 L.E.L
28/01 20:30 Vasco da Gama 2X0 C.E. Laranjal