Reginaldo, artilheiro do Mirim em 2007

Site Oficial do Vasco

A edição de dezembro do jornal oficial do Vasco do Gama traz uma matéria com jogadores, profissionais ou ainda amadores, do clube que são possíveis candidatos a sucessores do craque Romário no time de São Januário.

Um dos atletas citados – com direito a foto e tudo – nasceu em Bauru, foi revelado pela escolinha de futebol do Gererê e seus pais moram na Vila Dutra.

Reginaldo Alves de Souza Junior, 13 anos, é uma das principais promessas do time carioca. Com a equipe mirim do Vasco, foi campeão Estadual e da Copa Macaé em 2007. De quebra, foi artilheiro da competição carioca com 32 gols. Na Copa Macaé, marcou mais seis.

Os números impressionam. No Campeonato do Rio de Janeiro, Reginaldo esteve em campo em 25 dos 27 jogos. A média é de 1,28 gol por partida. “O pessoal do Vasco me disse que sou o segundo maior goleador da história da categoria mirim em uma só temporada. Só fico atrás do Léo Macaé [atleta jáprofissional]“, diz.

Reginaldo se mudou para São Januário há dois anos, quando Gererê o indicou para as categorias de base do Vasco. Lá, veste a camisa número 19, já que a 11 só pode ser usada por Romário ou por seu filho Romarinho.

Personagem constante em matérias da equipe mirim no site oficial do clube ( http://www.crvascodagama.com.br), o garoto bauruense viveu seu auge nos clássicos contra o rival Flamengo.

No quadrangular final, na Gávea, os vascaínos bateram os rubro-negros por 4 a 3, com três gols de Reginaldo. Na decisão contra o mesmo Flamengo, em São Januário, Reginaldo fez um dos quatro gols de seu time na vitória por 4 a 1.

No ano que vem, o jovem atacante vai mudar de categoria e irá defender o infantil, time do filho do eterno camisa 11 do Vasco. “Quem sabe não pinta aí uma dupla Reginaldo e Romarinho”, fala o garoto.

E 2008 promete mesmo ser um ano positivo. Segundo Reginaldo, responsáveis pela seleção brasileira sub-14 já perguntaram do jogador ao Vasco.

Pai é zagueiro famoso nos distritais

Reginaldo Alves de Souza, 30 anos, o Nardão, é um velho conhecido dos estádios distritais de Bauru. Como zagueiro, já foi campeão pelo Cometa Azul e hoje defende as cores do Barcelona do Jaraguá.

Porém, tudo indica que daqui para frente ele será mais conhecido como o pai do Reginaldo. E Nardão não se preocupa nem um pouco com isso. Pelo contrário, se orgulha. “Ser jogador profissional é um sonho que tinha e agora transferi para meu filho”, fala.

De certa maneira, o destaque do time mirim do Vasco tem um pouco a ver com a não profissionalização do pai. Com 17 anos, Nardão era pretendido pelas categorias de base do Guarani e do Bragantino. Porém, sua esposa ficou grávida. “Desse rapaz aqui”, completa, rindo e apontando para o filho.

Como tinha que arcar com as responsabilidade de pai, o desejo de se tornar um atleta profissional ficou em segundo plano.

“Na época, as categorias de base do Guarani eram famosas e o trabalho que eles faziam lá era reconhecido. E o Bragantino ainda vivia a boa fase por ter sido campeão paulista em 1990″, diz Nardão. 

Mirim do Vasco é Campeão Estadual com uma rodada de antecipação

Leonan pegando Pênalti

Com uma rodada de antecipação, o Vasco se tornou Campeão Estadual de Futebol Mirim ao empatar com o Botafogo sem gols na manhã deste domingo (25/11), em Ceres. Com esse resultado na penúltima rodada do quadrangular final, o clube cruzmaltino segue invicto no torneio e não pode mais ser alcançado por Botafogo, Fluminense e Flamengo.

Até o momento, o time do técnico Leandro Simpson realizou uma campanha de 23 vitórias em 25 jogos. A conquista poderá ser confirmada de forma invicta no próximo domingo (02/12), contra o arqui-rival Flamengo. O Vasco venceu o rubro-negro nos 3 duelos ao longo do campeonato:

30/09 – Vasco 3×2 Flamengo – Vasco Barra
21/10 – Flamengo 1×4 Vasco – Gávea
14/11 – Flamengo 3×4 Vasco – Gávea

O Jogo

Precisando da vitória para tentar adiar a conquista cruzmaltina, o Botafogo foi com tudo para o ataque. Mas a primeira grande chance de gol foi vascaína. Romário fez tabela com Reginaldo, artilheiro do Estadual com 31 gols, e por pouco não abriu o placar num chute cruzado.

O time da casa teve um pênalti a seu favor, que foi defendido por Leonan, do Vasco. O goleirão pulou no canto certo para fazer a defesa.

“Eu tive calma na hora. Espero sempre o jogador bater para depois pular na bola”, comentou o herói do jogo Leonan, que ainda defendeu o rebote em seguida.

O Vasco teve outra boa oportunidade no primeiro tempo. Adriel fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Reginaldo, que chutou por cima.

Na segunda etapa os cruzmaltinos voltaram com outra postura. Novamente o lateral-esquerdo Adriel driblou dois adversários e cruzou na medida para Romário, que chutou para fora. Perto do fim, o meio-campo Fernando, do Vasco, ainda chutou uma bola na trave.

Ao término do jogo, a garotada festejou dando a volta olímpica com a taça na mão.

“Qualquer garoto da minha idade quer ser campeão pelo clube que torce. É uma emoção muito grande ser campeão pelo Vasco! Pretendo repetir muitas vezes na minha vida”, comentou o vascaíno de coração Romário, autor de 25 gols.

O Vasco foi campeão com: Leonan, Valton, Matheus Batista, João Paulo, Junior e Adriel (Henrique); Fernando Amorin,  Jonatas Paulista e Guilherme; Romário e Reginaldo. Técnico: Leandro Simpson.
Continue lendo

Bauruense é campeão carioca pré-mirim pelo Vasco da Gama

Jornal da cidade de Baurú
 Gabriel Pelosi 

Reginaldo Alves de Souza Júnior é mais uma promessa do futebol bauruense. Com 12 anos, o garoto acaba de sagrar-se campeão carioca pelo Vasco da Gama na categoria pré-mirim. A final foi contra o Fluminense no dia 3 de dezembro, em São Januário, e o time cruz-maltino venceu por 1 a 0.

Reginaldo é meia-atacante e foi revelado pela Escolinha do Gererê, onde iniciou com sete anos. O professor Gererê percebeu o potencial do garoto e entrou em contato com Ercy Rosa, observador do clube carioca. Há um ano, o bauruense se destacou em uma peneira no Padilhão e foi treinar no Rio de Janeiro. 

“Ele (Reginaldo) foi bem em vários campeonatos aqui em Bauru, como a Copa Big Boys, torneios de futebol de salão e no CSU (Centro Social Urbano), onde também treinava. A peneira foi só para confirmar, porque já estava garantido pela qualidade dele”, comenta Gererê.

O bauruense mora no alojamento do Vasco, dentro de São Januário, onde vivem cerca de 90 garotos das categorias de base do clube. “Foi difícil, principalmente no primeiro mês, por causa da saudade da família”, revela. Passada a fase de adaptação, Reginaldo se acostumou a uma rotina que mistura futebol e escola. “Todos os dias estudo de manhã e treino à tarde, das 15 às 18h”, conta.

No Vasco, Reginaldo atuou em duas categorias, a pré-mirim e a mirim. “A idade dele é para jogar na pré-mirim, mas o Zeíca (técnico da categoria mirim do Vasco) gostou do estilo dele, viu que ele tinha potencial e o puxou para a mirim”, revela o pai do meia-atacante, Nardão, zagueiro do futebol amador de Bauru, com passagens por Cometa Azul e Barcelona.

O bauruense jogou o Campeonato Carioca mirim e foi escalado para as principais partidas na pré-mirim, como os clássicos e a final. No ano foram seis gols marcados na pré-mirim e 12 na mirim.

Reginaldo tem contrato com o Vasco até 2008, mas seu bom desempenho no Estadual já chamou a atenção de Richard Alda, empresário de Carlos Alberto e Marcelo, ex-Fluminense e atualmente no Real Madrid, entre outros jogadores.